domingo, 15 de abril de 2012

A Caverna do profeta Elias


Leitura: 1REIS 19.1-9

Áudio:

Nesse texto do 1º Livro dos Reis de Israel, no capítulo 19, nós encontramos: Deus buscando um dos maiores representantes dessa escola de Profetas que o Senhor Deus formou. Deus está buscando o profeta Elias

Você notará que Elias está passando por uma crise existencial (1REIS 19.4). Você sabe o que é uma crise existencial? São momentos na vida em que as coisas ao nosso redor parecem perder o sentido e entramos num profundo processo de autoquestionamento.  Aqueles valores, crenças e condutas que até então eram válidos já não são mais e, ao mesmo tempo, não conseguimos reformulá-los. A vida está vazia de sentidos.

Elias disse: “Eu não sou melhor do que meus pais”. O que ele está querendo dizer com isso? Ele está dizendo: Deus Eu sou um fracasso, como foi meus pais.

E aí eu quero fazer uma perguntinha pra você: Quem é que já não pensou jogar a toalha? Talvez, você chegou aqui essa noite, pensando exatamente nisso: Eu não presto, Eu não consigo, Eu sou um fracasso. Talvez, você chegou aqui, “Sem a toalha”, porque você já jogou. Quem já não se sentiu um fracasso? Um fracassado?

Se você não conhece nenhum, está vendo e ouvindo um agora na sua frente. Eu já me senti assim inúmeras vezes. Eu vou largar mãos. Eu vou embora. Quem já teve vontade de fugir como fez Elias? Quem já não teve o seu momento de “Caverna”?

O Capítulo 19 é extraordinário por que mostra a “Caverna do profeta Elias”. Mas, pra você entender o capítulo 19, você precisa entender o capítulo 18. O que aconteceu no capítulo 18 de tão extraordinário?

Irmãos, o capítulo 18. É o capítulo do “Triunfo”. É o capítulo da “Vitória”. É o capítulo da “Conquista”. Você já passou por momentos em você conquistou algo que jamais pensou que seria capaz? Já aconteceu com você? Fazer algo que jamais você pensou que seria capaz?

Elias vai até o monte Carmelo para jogar no campo do adversário. O Monte Carmelo era o monte dos profetas de Baal. Havia uma idolatria tremenda a Baal. Baal era o deus dos cananeus, criado a partir do conceito de belzebu, que o maioral dos demônios. Desse modo, era no monte “Carmelo” onde o demônio era cultuado. Era Satanismo puro!

Então Elias, no monte Carmelo, traz um desafio para os profetas do demônio. Ele teve que ter muita coragem, porque eram muitos os profetas de Baal. Você sabe quantos eram? (1Reis 18.19). Elias ousou a desaviar quase 1000 homens Satanistas. 450 profetas de Baal. 400 profetas do poste-ídolos, 950 homens ímpios.

E o Desafio foi o seguinte: Vamos saber agora que é o Deus verdadeiro. O Deus que responder com “Fogo” é consumir o holocausto esse é o Deus verdadeiro

Imagine a cena: Quase 1000 homens se mobilizando. Pegando lenha. Preparando o holocausto. Cortando o animal e começaram a clamar. Imagina um coro de 1000 vozes clamando. Fogo... Vem fogo... Baal responde a gente. Baal nos te adoramos. E o fogo não cai! E o fogo não vem. Cadê o fogo? Eles começam então se cortar. Começam se mutilar. Começam rugir. Começar gritar. É aquele berreiro. Uma gritaria sem fim...

E Elias é ousado, os profetas desesperado... Sangrando... Aquele berreiro... Elias faz uma Chacota... Talvez o deus de vocês seja surdo: Fala mais alto! Porque os “caras” estavam gritando

E Elias... Fala mais alto, porque talvez ele esteja dormindo... Fala mais alto, porque talvez ele no banheiro...

Baal não responde... Não acontece nada... Aí entra Elias novamente em cena. Tranquilamente arruma a lenha... Acerta o altar... Cortou lá o animal...

E para conseguir dificultar a coisa. Elias manda jogar água... Joga água lá, no altar... Joga água lá, na lenha... Enxágua tudo... Ensopa. Elias mandou jogar 04 Cântaros “Jarra” de água. Fez até um rego, curso de água, uma vala em torno do altar, uma valeta... Era água de mais da conta...

Aí Elias... Fez uma oração curta, pra desafiar os profetas de Baal que passaram muito tempo orando... (1Reis 18.26-27)

Vamos ver quem é o Deus verdadeiro. Oração curta... “Responda Senhor para que saibam que somente o Senhor é Deus”. Conversa rápida

Sabe o que aconteceu? E veio fogo do céu que não somente incendiou, mas como consumiu tudo... O fogo lambeu: Lenha. Pedra. Holocausto. Animal. Até o rego de água. Consumiu tudo!

E depois Elias olhou para todo Israel que estava de publico assistindo ali. E disse: Quem é Deus? E todo o Israel que estava presente. Lançaram-se ao chão e clamaram em alta voz: IAVÉ é Deus! IAVÉ é Deus! IAVÉ é Deus! (Lembrando que IAVÉ é nome pessoal de DEUS, O Sentido é “O EU SOU”.)

Elias deve ter pensado: Depois disso, até Acabe e Jezabel vão se converter. Elias toma a esposa e feriu de morte todos os homens de Jezabel

E quando Acabe e Jezabel souberam o que Elias fez. Ambos fizeram juramento: Manda recado para Elias. Você vai morrer como eu matei os profetas de IAVÈ

Aí, a gente entra no capítulo 19. Elias quando soube dessa ameaça... Temendo ele foge... Elias foge para o Monte Horebe. E você sabe qual foi à distância do Monte Carmelo até o Monte Horebe que é o Sinai. São 430 km. Isso aqui é de Jaguariaíva ao parque residencial Cocaia em SP. É ir até Curitiba e voltar. Só que naquela época não tinha carro, não tinha “Busão”. Era um percurso sinuoso. Tinha que dar voltar, e mais voltas. É longe de mais, para um percurso a pé. Não foi qualquer “Fuga”. Elias fugiu mesmo!

Agora pense nessa mulher “Jezabel”. O quê que é essa mulher? Misericórdia. Por isso que o marido dela tinha o nome que tinha... ”Acabe

Elias vai então para a “Caverna”. Elias está com medo. Medo tal que se transforma em desejo de morrer. Ele quer que Deus tire sua vida. Ele ficou desgostoso de viver. Ele não quer mais viver

Ele tem tanto medo de morrer nas mãos de Jezabel, que esse medo se transforma em desejo de morrer antecipadamente. Ele sofre antecipadamente... Como o seu pedido não é atendido ele se refugia na Caverna. O seu medo o aprisiona dentro da caverna?

Tese: A caverna do profeta Elias nos sugere pelo menos duas Lições

1ª Lição: A caverna não é o seu lugar de homem de Deus (1Reis 19.8-9)

O que é interessante nessa primeira lição . É que Deus questiona a decisão de Elias. E nesse momento de questionamento Deus tem um conversa pessoal com Elias. Ele quer ouvir as queixas de Elias. Ele quer saber os motivos que levou Elias até a caverna

Obviamente que Deus já sabia quais são as verdadeiras razões que o fez agir dessa ou daquela maneira. Mas Deus quer ouvir. Ele quer saber de você...

Quais são os seus questionamentos? Porque você anda chateado? Porque você está tão aborrecido? O que é que está te preocupando? Porque você anda impaciente? Porque você está irado? Ele quer discutir qual é o problema. Porque você está dentro dessa caverna? O que você está fazendo aí? O que te levou a entrar aí dentro?

Porém tem algo intrigante por detrás de tudo isso. Todos nós sabemos que Elias fugiu para uma caverna. Isso todos sabemos!

Mas tem algo intrigante: Aonde se localizava essa caverna? Resposta: No Monte de Deus! É justamente no Monte Horebe que é o Monte de Deus que Elias vai se esconder. Não foi qualquer lugar... Ele não foi para o mundo... Ele não foi para um lugar profanado... Ele não foi para um lugar que traria desonra a Deus. Ele foi ao monte de Deus. Ele foi ao monte Sinai

Isso é muito estranho. Ele poderia ter fugido para qualquer lugar... Mas ele vai se esconder no Monte de Deus. Sabe o que é pior? É alguém se esconder. Dentro do seu ambiente religioso... Dentro seus hábitos religiosos...

O que é natural é a pessoa fazer o que Jonas fez. Foi pra Társis... Extreme oposto... Jonas fugiu da presença do Senhor. Mas, Elias ele foge para o Monte Horebe...

Será que é possível alguém se esconder dentro desse contexto de religiosidade? Por isso é muito sútil... Ninguém imagina que você está perdido aqui dentro. Ninguém questiona que você está longe da vontade de Deus dentro do seu ambiente religioso

Quem iria se preocupar com o irmão que não foi embora, da casa do Pai do Filho pródigo? Ele não precisou sair da casa, para estar pedido. Era justamente o contexto que ele estava habituado que ele se perdeu. Isso é impressionante

Quem iria se preocupar com um dos apóstolos, com exceção de Cristo que ele estava perdido dentro do seu ambiente religioso. Os demais apóstolos só caíram em si, quando ficou publico que Judas vendeu Jesus... Mas eles não desconfiavam. Jesus, não revelou nada, exceto depois que Judas o trairá. Ele comeu com Jesus. Ele andou com Jesus. Ele participou das atividades de Jesus. Ele foi dotado de responsabilidades. Isso é impressionante

E percebemos que Deus começa a questionar Elias. E se você percebeu, Deus perguntou duas vezes: O que você faz aqui? E nas duas ocasiões, o profeta Elias responde, mas ao mesmo tempo não responde. Ele fala, mas ao mesmo tempo não fala. E Deus como não é bobo, ele poderia ter dito: Elias chega é sempre a mesma coisa. É sempre a mesma ladainha. É sempre a mesma conversa. É sempre o mesmo Blá, blá, blá.

Sabe como Deus ensina a Elias que ali não era o seu lugar de proteção. Porque Elias deixa de ser espiritual para ser supersticioso. Ele confia nas coisas físicas revestidas de espiritualidade. O monte se tornou para Elias um amuleto. Isso é muito perigoso. Porque gera uma falsa proteção

Então, a gente precisa colocar na cabeça de uma vez por todas que Deus não está preso em amuletos. A caverna não tem poder nenhum de proteção. Não é na caverna que Elias deveria buscaria refúgio. A proteção não estava na caverna. E pior, aquele ambiente se tornou para Elias veneno ao invés de remédio.

Deixe-me provar que Deus não torna objetos em amuleto (1 Reis 19.11-13). Note que interessante essa situação. Deus usa elementos da natureza. Elementos que o próprio profeta já manipulou em outras ocasiões. Para ensinar que Deus não está num objeto revestido de sobrenatural.

Deus envia uma forte ventania que rachou os montes, quebrou as rochas. E Deus disse: Elias eu não estou na ventania. Aí, Deus envia um terremoto, um abalo sísmico, tudo treme... E Deus disse: Elias eu também não estou no terremoto. Aí, Deus envia um fogo, lembre-se que Deus acabara de responder com fogo com profetas de Baal. E Deus disse: Elias eu também não estou no fogo

Onde Deus estava afinal de contas? (1Reis 19.12-13). Sabe o que o texto está dizendo? A versão linguagem de hoje foi muito feliz na tradução: 1Reis 19.12-13 “Depois do terremoto veio um fogo, mas o SENHOR não estava no fogo. E depois do fogo veio uma voz calma e suave. 13  Quando Elias ouviu a voz, cobriu o rosto com a capa. Então saiu e ficou na entrada da caverna. E uma voz lhe disse: —O que você está fazendo aqui, Elias?”

Onde Deus estava? Na sua Palavra. Veio uma “Voz calma e suave, ele ouviu a voz e saiu da caverna”. Qual é a primeira lição que podemos aprender com a Caverna de Elias? A Caverna nunca é o lugar correto do homem de Deus. O lugar que devemos estar é aquele que ELE mesmo diz...

Elias precisava aprender a confiar na palavra de Deus, na voz de Deus. O medo de Deus fez o que ele cerrasse os ouvidos. Fechasse sua mente para Deus. Ele se tornou supersticioso. E quantas pessoas no meio cristão deixam de ouvir a voz de Deus para confiar em amuletos

Qual é a sua caverna? Qual é o seu amuleto? Aonde você se esconde quando está com medo? Lembre-se como Cristão devo sempre estar pronto a ouvir a voz calma e suave do Senhor

A caverna do profeta Elias nos sugere uma segunda Lição

2ª Lição: O seu lugar é onde Deus enviar (1Reis 19.15-16)

Veja que interessante: Deus manda Elias voltar a servir. Mesmo que tenha acabo de servir

Elias poderia ter pensando... Nem lamentar eu posso... Será que eu não tenho o direito de me queixar da vida. A vida é uma droga... Nada dá certo...

E Deus manda Elias voltar a servir. Deus o manda ir ao deserto. Vá ao deserto de Damasco

Deus tem muito a nos ensinar no deserto. Há pelo menos dois desertos no AT que me chama a atenção

Você sabe que Deus usou o deserto para os Judeus pós-escravidão. Era necessário tirar o Egito do coração dos hebreus. E Deus usou o deserto. Foram 40 anos de deserto. Mesmo fora do Egito, ainda eles não estavam livres da prática egípcia. Não é assim com a gente. Coisas que fizemos no passado... Que de fato o Senhor no livrou e perdoou... Mas ainda carregas certas marcas... E Deus usa o deserto para purgar essas lembranças esses hábitos. Deuteronômio nos informa que Deus os levou para mostrar para eles qual era o seu coração. Deus já sabia... Mas eles não... Então esse é o deserto de Israel

Temos o deserto de Davi. Davi vai dizer que o deserto é o lugar onde a alma: Grita. Você lê isso nos salmos. São orações... São clamores... São lamentos... São pedidos de ajuda... O melhor título para os Salmos de Davi é o Grito da alma. Davi se lamenta... Davi chora... Davi fala... Davi clama com toda sua alma... Parece que até em algumas fala de Davi ele perdeu respeito por Deus. Ele se entrega. Ele fala apaixonadamente. É sua alma gritando para Deus

Veja o “Deserto” pode ter muitos sentidos. Pode ser o lugar onde Deus vai tirar o EGITO do coração. Pode ser o lugar onde sua alma gritará para Deus como nos salmos. Pode ser o lugar onde você deve servir

O problema de Elias só seria resolvido. Quando ele fizesse aquilo que Deus quer. Deus queria Elias servindo. Independentemente de seus lamentos e de suas queixas. Independentemente das ameaças e intimidações. Vá ao deserto e faça o que eu te peço. Elias foi e fez!

Deus disse: Eu vou cuidar de você. Esses que te ameaçam serão mortos. Faça o que eu peço e eu serei contido. Deus ainda disse. Se teus inimigos escaparem o novo do rei da Síria. O novo rei de Israel os matará. Se teus inimigos escaparem do novo de rei de Israel. Eliseu o profeta que escolheu para ficar no teu lugar, ele os matará.

Veja que maravilhoso é estar no centro da vontade de Deus: Independente do que eu penso. Independente dos meus medos. Independente das ameaças. Deus disse para Elias. A caverna não é o teu lugar, o teu lugar é onde eu te digo. E você vai ouvir a minha voz e serei contigo

Conclusão: O que esse registro histórico tem para nos ensinar? Acredito que essas duas lições são preciosas para cada um de nós que professamos uma fé cristã

1º Não permita que seus medos façam você confiar em coisas, mas confie sempre no Senhor.

2º O melhor lugar para você estar é aonde Deus quer, mesmo que isso significa contrariar sua vontade, a vontade de Deus sempre é a melhor.

Pr. Mário Botão

5 comentários:

  1. Linda mensagem , agora sim acredito em conversao virtual 'gloria Deus

    ResponderExcluir
  2. gostei da msg; eu desde que me conheço fui evangelico e cheguei ao gargo de evangelista escrevi um livro usando como analogia o livro de ezequiel 37;1 O VALE DE OSSOS SECOS mas fiquei na caverna por alguns anos mas algum tempo voltei e estou na dispensaçao do ESPIRITO DE DEUS. estou usando o blogger da minha filha, mas meu hotmail e , macmar73@hotmail.com A PAZ DO SENHOR!!!!!

    ResponderExcluir
  3. A paz do Senhor!!!
    Meu amado Pr.Mario , não sabe o quanto enriqueceu minha alma minha vida com essa maravilhosa mensagem......
    Continue comendo desse pão e bebendo dessa água GRANDE É A TUA JORNADA.....

    ResponderExcluir
  4. Que palavra extraordinaria fico feliz que Deus ainda e sempre terá levantado homens dele que falam as Boas novas do Evangelio . Graça e Paz
    Pr. Mario Botão

    ResponderExcluir
  5. linda msg pastor estava msm prescisando a paz

    ResponderExcluir